Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Histórico
Início do conteúdo da página

Histórico

Criado: Quinta, 17 de Setembro de 2015, 11h07 | Publicado: Quinta, 17 de Setembro de 2015, 11h07 | Última atualização em Terça, 22 de Setembro de 2015, 10h23 | Acessos: 863

O Exército Brasileiro, dentro dos preceitos da Estratégia Nacional de Defesa (END) e em cumprimento da Política Cibernética de Defesa, busca a excelência na capacitação e gerenciamento dos talentos humanos necessários à condução das atividades do Setor Cibernético no âmbito do Ministério da Defesa.

Anteriormente, a capacitação operacional era realizada pelo Centro de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército (CCOMGEX) que adequava os cursos já existentes nas Forças Armadas às necessidades do Setor Cibernético no âmbito da Defesa.

Os demais cursos eram realizados em estabelecimentos de ensino, militares ou civis, em território nacional ou no exterior, sob governança do Centro de Defesa Cibernética, reportando-se ao Departamento de Ciência e Tecnologia.

O uso da educação à distância (EAD) está explicitado nas diretrizes das atividades a serem implementadas para alcançar os objetivos constantes da Política Cibernética de Defesa. Este tipo de ensino, tem como finalidade, a disseminação da cultura de Defesa Cibernética, por meio de cursos de especialização, no Brasil e no exterior. Para desenvolver essa iniciativa, foi criado o Projeto de implantação do Portal do Instituto de Defesa Cibernética (IDCiber).

O Projeto teve como objetivo principal disponibilizar um repositório contendo: documentos doutrinários oficiais; legislações e normas; produções intelectuais, materializadas em artigos; monografias, dissertações e teses, decorrentes de estudos e pesquisas realizados por alunos das Escolas e Institutos Militares e da Comunidade Acadêmica Nacional, relacionados ao Ministério da Defesa.

O IDCiber, desde sua concepção, tem como responsabilidade contemplar também, o acesso à Lista de Discussão e à Ferramenta de Cooperação (Twiki) da Rede Nacional de Excelência em Segurança da Informação e Criptografia (RENASIC) e às bibliotecas digitais de interesse das Forças Armadas.

Além disso, possui ferramentas de busca na área Cibernética, que permitem coletar, editar e publicar a sinopse das notícias no Portal do IDCiber, advindas de fontes abertas, bem como, artigos correlatos publicados pelas Forças Armadas.

A criação do IDCiber visou suprir a demanda de recursos humanos capacitados em Defesa Cibernética, nos níveis técnico e de pós-graduação (especialização),  que não era totalmente suprida nem pelo Centro de Instrução de Guerra Eletrônica (CIGE), pelo Instituto Militar de Engenharia (IME) e nem pelo setor acadêmico nacional.

O IDCiber, desde então, se tornou um Portal de Ensino, nos níveis técnico e de pós-graduação latu-sensu que também coordena cursos na área de Defesa Cibernética. Para isso, o Instituto conta com a parceria de instituições de ensino do setor acadêmico nacional e do exterior. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página